Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

21 de julho de 2024

Gravação da prova prática para tirar CNH já é realidade. Veja como funciona!


Por Mariana Czerwonka Publicado 28/08/2020 às 11h12 Atualizado 08/11/2022 às 21h44
Ouvir: 00:00

O Detran/AM adotou sistema que registra áudio, vídeo, dados do percurso e todas as ações realizadas durante a prova prática. 

Gravação de prova práticaA tecnologia usa câmeras e sensores no carro da autoescola. Foto: Detran-AM

A prova prática é a última etapa do processo de obtenção da Carteira Nacional de Habilitação. É também uma das etapas mais questionadas após uma eventual reprovação. Para evitar fraudes e dúvidas sobre o resultado, o Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran/AM) implementou o sistema de telemetria nos exames práticos de direção da categoria B para capturar todas as ações dos alunos e dos examinadores.

Conforme o órgão, o sistema que registra áudio, vídeo, dados do percurso e todas as ações realizadas durante o teste é pioneiro no país.

A nova tecnologia, segundo o Detran/AM, traz maior transparência no processo para retirada da CNH e a implantação não é uma exigência do Contran, mas sim uma iniciativa do atual presidente do órgão.

“Antes da implantação desse sistema, quando havia alguma divergência no exame, era a palavra do aluno contra a do examinador. Isso gerava um desgaste muito grande para ambas as partes. Agora acabou, porque havendo dúvida basta puxar o áudio e o vídeo do exame”, disse o examinador Geraldo Magela da Silva.

Para o diretor presidente do órgão, Rodrigo de Sá Barbosa, o sistema é um salto tecnológico no processo de formação de condutores. “Com a implantação da telemetria, o Detran/AM passa a ter meios de cumprir o artigo 49 da Resolução 789 do Contran, que diz respeito ao índice mínimo de aprovação dos exames teóricos e práticos pelos Centros de Formação de Condutores. Além disso, para o aluno essa inovação significa mais transparência e rapidez na obtenção de sua habilitação, pois com o novo sistema, o resultado do exame vai estar pronto no mesmo dia”, explicou o diretor.

Como funciona?

De acordo com o Detran/AM, o sistema utiliza câmeras, sensores e um software que registra e armazena todas as ações do aluno durante a prova prática. O examinador também passa a utilizar um tablet, no qual serão lançados os apontamentos e as penalidades cometidas durante o exame de direção. Esses dados ficam disponíveis para o aluno no Portal de Serviços do Detran-AM.

A telemetria conta com três câmeras de vídeo com captação de áudio, além de cinco sensores (na embreagem, setas, freio de mão, cinto de segurança e motor) e um HD para armazenar as informações. Os dados captados também são transmitidos, em tempo real, para a central do sistema, que fica no Centro de Exames de Direção Veicular (CEDV).

Antes do início da prova prática, o sistema faz o reconhecimento biométrico do aluno a partir da coleta da impressão digital no tablet do avaliador. Na sequência, o próprio sistema apresenta os dados do condutor e do veículo utilizado. Além de registrar o desempenho durante o percurso e gerar um relatório do teste com o tempo de duração, a distância, o caminho percorrido, a velocidade, as faltas e infrações cometidas.

Por enquanto o sistema está disponível para os exames práticos da categoria B, mas já está em fase de testes para a categoria A. A próxima etapa é oferecer para as demais categorias.

Segundo o Detran/AM, a implantação da tecnologia foi toda custeada pelo Detran e não implicará nenhum acréscimo no valor pago pelos alunos.

Pode interessar!

Prova teórica para tirar a CNH poderá, em breve, ser feita em casa no RS 

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *