Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

CNH poderá ter informação sobre doação de órgãos


Por Mariana Czerwonka Publicado 02/03/2024 às 08h15 Atualizado 12/03/2024 às 12h38
 Tempo de leitura estimado: 00:00
Doação de órgãos CNH
PL pretende incluir expressamente a opção por doação de órgãos na CNH. Foto: Divulgação Detran-SP

Incluir expressamente a opção por doação de órgãos, tecidos e partes do corpo humano no caso de morte entre as informações constantes da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Esse é o tema do Projeto de Lei 317/24 que começou a tramitar na Câmara dos Deputados.

De autoria do deputado Geraldo Mendes (UNIÃO/PR), o PL diz que a CNH deverá indicar expressamente a condição de doador ou não doador de órgãos, tecidos e partes do corpo humano no caso de morte, advertido que, a não declaração expressa acarretará na dependência da autorização do cônjuge ou parente, maior de idade, obedecida a linha sucessória, reta ou colateral, até o segundo grau inclusive, para que ocorra a doação.

Conforme o deputado, o objetivo é incentivar, impulsionar e estimular a demanda e um ponto de ponderação e reflexão a respeito do assunto. Dessa forma, propiciando a cada pessoa a possibilidade de se manifestar expressamente sobre o destino de partes de seu corpo. Isso, para a hipótese de morte quando da emissão da CNH.

“Tanto o total, merecido e cabível respeito ao falecido, a ternura afetuosa ao corpo humano e até mesmo crendices e preconceitos, tornam-se empecilhos e entraves à doação “post mortem” que, culturalmente, dificultam a reflexão ou de discussão com familiares, de modo que a opção do indivíduo pela remoção de órgãos e tecidos raramente é comunicada aos parentes e, mesmo o sendo, corre o risco de ser desrespeitada”, afirma.

Leia mais sobre a CNH:

Tramitação

O projeto foi apensado ao PL 822/21 e tramita em caráter de prioridade.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *