Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

24 de fevereiro de 2024

99 reduz em 41% casos de assédio durante corridas em todo o País

Os principais estados brasileiros também registraram diminuição dos incidentes envolvendo assédio, importunação e violência sexual.


Por Pauline Machado Publicado 25/10/2023 às 15h00
 Tempo de leitura estimado: 00:00

41%: este é o índice de queda de casos de assédio, por milhão de corridas, em todo o País, registrados pelo aplicativo 99, no comparativo entre o primeiro semestre de 2023 e o mesmo período de 2022. A empresa afirmou que a redução é resultado da ampliação de iniciativas voltadas à segurança. Assim como, ao fortalecimento de medidas com foco na segurança das usuárias da plataforma.

Os principais estados brasileiros também registraram diminuição dos incidentes envolvendo assédio em corridas, importunação assim como violência sexual. Sendo São Paulo, com 40%; Rio de Janeiro, com 48% e Rio Grande do Sul, onde a diminuição chegou a 49% dados por milhão de corridas.

Iniciativas

Dentre as ações de combate a assédios em corridas, a companhia garante que realiza contínuos investimentos no desenvolvimento e implementação de recursos de segurança de alta tecnologia. Como, por exemplo, inteligências artificiais que atuam antes, durante e depois da corrida. Elas adicionam camadas de proteção, caso identifiquem potenciais riscos à vulnerabilidade do usuário.

A 99 também assegurou que outras iniciativas, já empreendidas, como as mais de 40 mil corridas com o cupom ‘delegaciamulher’ no aplicativo, realizadas somente em 2022. O voucher oferece desconto para corridas até uma Delegacia da Defesa da Mulher (DDMs), para todas aquelas que necessitarem de atendimento das autoridades.

Outra ação em destaque é a parceria com o Projeto Justiceiras. Nela, o aplicativo disponibiliza, por meio de um botão no app 99, o direcionamento às vítimas de violência física, psicológica, moral, sexual bem como patrimonial ao Projeto Justiceiras. Este consiste em uma rede de acolhimento, apoio e orientação de forma gratuita e online.

Parcerias com Autoridades Públicas

Durante este ano, a empresa participou ativamente em fóruns com autoridades públicas de defesa e proteção à mulher. Isso ocorreu em apoio ao combate à violência contra a Mulher.

Em parceria com as Delegacias de Defesa da Mulher do Estado de São Paulo, todo o time de atendimento de segurança da empresa recebeu treinamento realizado pela Dra. Jamila Ferrari, Coordenadora Geral das Delegacias de Defesa da Mulher de São Paulo. Nesse sentido, o objetivo é aprimorar o acolhimento humanizado às vítimas de violência e abuso. Assim como, orientar sobre as políticas públicas disponíveis para o enfrentamento desse tipo de crime.

“A 99 tem como compromisso oferecer uma opção de mobilidade acessível e segura para todos os usuários – motoristas, motociclistas e passageiros -, em especial às mulheres, além de ter um engajamento genuíno no combate à violência de gênero, tanto na plataforma quanto na sociedade. A realização de treinamentos em parceria com as DDM’s é essencial para acolher adequadamente e aprimorar a ajuda oferecida às mulheres em situações de risco”, destaca Tatiana Scatena, diretora de segurança da 99.

A 99 informa ainda que, em parceria com o Instituto Ethos, desenvolveu o Guia da Comunidade. Ou seja, ele fomenta o respeito, a gentileza e a empatia em corridas no aplicativo. Além disso, conta com um capítulo dedicado com orientações sobre o que fazer ao presenciar ou vivenciar situações de assédio.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *