Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

13 de julho de 2024

Áreas de escape da Arteris atingem marca de mais de 1000 vidas salvas

As áreas de escape da Arteris utilizam o mesmo conceito das pistas de Fórmula 1. Entenda!


Por Assessoria de Imprensa Publicado 08/10/2023 às 13h30
Ouvir: 00:00

A Arteris, especialista em gestão de rodovias, atingiu, em setembro, a histórica marca de mais de 1000 vidas salvas pelas suas áreas de escape. Uma das últimas ocorrências aconteceu no km 667,3 da BR-376, em Guaratuba, sentido Santa Catarina. O condutor e o passageiro de um caminhão, carregado com seis toneladas de tinta, perceberam a falha no sistema de freios e entraram vinte metros no dispositivo. Dessa forma, conseguindo frear com segurança o veículo. O fato, que não deixou feridos e nem bloqueou a pista, chegou a ser registrado por uma das câmeras de monitoramento da empresa. Você pode conferir o vídeo aqui.

Ainda no mesmo dia, só que na rodovia Régis Bittencourt (BR-116), no km 353,1, em Miracatu, sentido Curitiba, houve o registro de outra ocorrência de uso de área de escape. Desta vez, o motorista de um caminhão, carregado com dez toneladas de mamão, percebeu uma falha nos freios e adentrou cerca de dez metros no dispositivo, que freou seguramente o veículo. Ninguém se feriu.

As áreas de escape da Arteris estão implantadas nos km 671,7 e no km 667,3 da BR-376, em Guaratuba/PR. E, também, no km 353 da Rodovia Régis Bittencourt (BR-116), no interior de São Paulo. A instalação da primeira ocorreu em 2011 e, a segunda, em 2018. A terceira, implantada em 2019, desde então gerou uma redução de 56% no número de acidentes. Juntas, as três áreas de escape já foram responsáveis por evitar um total de 593 acidentes. Foram 364 com caminhões, 214 com carretas e 15 com ônibus de passageiros.

As áreas de escape da Arteris utilizam o mesmo conceito das pistas de Fórmula 1.

Com investimentos de R$ 38 milhões, são pistas com profundidade de quase 1 metro preenchidas com argila expandida. Quando os motoristas percebem uma falha mecânica no veículo, principalmente nos freios, podem entrar na área de escape para ter uma frenagem emergencial
segura.

Assim que um veículo entra na área de escape, monitorada por câmeras, os operadores do Centro de Controle e Segurança Operacional da concessionária acionam uma equipe multidisciplinar para o atendimento à ocorrência. Assim como, a retirada do veículo. Esse time conta com profissionais de saúde e ambulância, operadores de guincho e também inspetores de tráfego. Eles auxiliam na sinalização da via para outros motoristas.

“Um dos valores inegociáveis da Arteris é a importância da vida. Por isso, a empresa faz investimentos constantes em segurança para usuários e colaboradores. É um orgulho para nós, inclusive para as equipes operacionais que atuam diretamente na pista, saber que o nosso trabalho permitiu que mil pessoas voltassem ilesos para sua família e amigos”, diz Cesar Ribas Sass, diretor superintendente da Arteris Regional Sul.

As iniciativas de segurança da companhia fazem parte das medidas firmadas com o Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU) para a preservação da vida e trânsito mais seguro. Na última década, entre 2010 e 2020, a Arteris diminuiu em 50% o número de acidentes e fatalidades nas
rodovias sob sua responsabilidade. De 2020 a 2030, a empresa trabalha para atingir mais 50% de redução.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *