Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

Conflito: Segurança Pública x Segurança de Trânsito


Por Marcelo Araújo Publicado 15/03/2013 às 03h00 Atualizado 02/11/2022 às 20h47
Ouvir: 00:00

O problema dos assaltos, abordagens em semáforos, passagem em baixa velocidade em locais considerados de risco. Sempre que há instalação do aparato eletrônico para fiscalização de velocidade, semáforo, parada sobre a faixa a questão da segurança pública é levantada.

Até projetos de Lei já foram apresentados com a finalidade do desligamento de tais equipamentos em determinados horários, o que também se constitui num perigo, pois essa providência é indiretamente um falso indicativo de que o desligamento seria uma autorização para desobediência às regras de trânsito, o que não é verdadeiro, e pelo contrário, pode constituir-se num fator de risco de acidentes por esse suposto salvo-conduto.

Essa situação também ocupa espaço e tempo das delegacias com registros feitos por pessoas que supostamente teriam risco de assalto, mas que podem estar usando a máquina pública apenas para defender-se de autuação que recebeu por cometimento de infração de trânsito, e a Autoridade policial não pode recusar a fazer o registro, mas também não teria a menor condição de investigar.

SOLUÇÃO: Fazer um levantamento de locais usualmente apontados como arriscados para obediência das regras de trânsito, bem como orientar os usuários do comportamento para evitar ficar parado no semáforo (p.ex.) para não correr riscos mas não deixar de obedecer as regras de trânsito.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *