Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

24 de fevereiro de 2024

Senatran diz que não há previsão de nova prorrogação para processos de CNH iniciados na pandemia

O Portal do Trânsito entrou em contato novamente com a Senatran, para saber se há previsão de prorrogar processos de CNH iniciados na pandemia.


Por Mariana Czerwonka Publicado 14/12/2023 às 08h15
 Tempo de leitura estimado: 00:00

O final de ano está chegando e com ele o prazo para conclusão de todos os processos de habilitação que estavam ativos nos órgãos e entidades executivos de trânsito do Estado e do Distrito Federal até 31 de dezembro de 2022. Ou seja, quem iniciou o processo de CNH durante a pandemia tem o prazo para terminá-lo até 31 de dezembro de 2023. A norma está na Resolução 983/20 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

Essa não foi a primeira prorrogação dos prazos desses processos que se iniciaram na pandemia, mas parece ser a última.

Apesar dos relatos que chegam de vários locais do país da alta demanda e da falta de vagas para marcação de exames neste final de ano, o Portal do Trânsito entrou em contato novamente com a Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran), que diz não haver estudos do Contran para novas prorrogações.

“No momento, não há previsão de nova prorrogação para o processo de habilitação iniciados”, afirmou o órgão em nota.

Entenda

O prazo normal que processos de habilitação ficam ativos no Detran é de 12 meses, mas para aqueles que enfrentaram a formação de condutores durante a pandemia, o prazo foi estendido algumas vezes.

Fases do processo

Para tirar a CNH no Brasil é necessário passar pelo processo de Primeira Habilitação. A primeira etapa é a avaliação psicológica. Depois da aprovação, o candidato passa pelo exame de aptidão física e mental que avalia a visão, força muscular, coração, pulmões bem como saúde mental.

Depois de aprovado nesses exames, o candidato passa por 45 horas/aula de curso teórico (hoje também na possibilidade de modalidade remota) e se aprovado no exame teórico, começa as aulas práticas.

O curso prático deve ter obrigatoriamente, no mínimo, 20 horas/aula tanto para a categoria A (moto), assim como para a categoria B (carro). Após a conclusão do curso, o candidato faz a prova prática.

A aprovação em uma etapa permite fazer a etapa seguinte. Se reprovar no exame teórico ou prático, por exemplo, o candidato deve fazer novo exame. Não é preciso repetir as etapas nas quais tiver sido aprovado.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

4 comentários

  • Juliane
    18/12/2023 às 09:23

    auto escola não consegue agendar o exame, o que fazer nesse caso?

  • Danilo
    18/12/2023 às 16:06

    Estou em campos dos goytacazes RJ e a auto escola não tem vaga suficiente disponível conclui a quase 2 meses e não consigo vaga para fazer a prova prática, um absurdo isso.

    • Elizana Dvoranovski Schubert
      27/12/2023 às 14:56

      Eu iniciei as aulas na pandemia fiz a teórica e a prática só não consegui passar na prova eu tenho chance de fazer ainda a prova.

  • Lucia gomes Rodrigues
    20/12/2023 às 20:07

    Eu paguei minha prova não há procedimento para.remar a prova isso é um obsurdo, o aluno pagar e não tem direito remarcar a prova isso é num obsurdo nos já pagamos o ano inteiro ainda pagamos os testes 50 reais o teste ainda não passa ,se pagar de novo não tem direito fazer prova ,isso é um obsurdo pra nós alunos

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *