Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

21 de julho de 2024

Veja alerta do Detran sobre os riscos de manobras perigosas

Prática é infração de trânsito gravíssima, o que acarreta ao condutor sete pontos na carteira, multa no valor de R$ 2.934,70, suspensão do direito de dirigir e remoção do veículo .


Por Assessoria de Imprensa Publicado 14/11/2023 às 11h00
Ouvir: 00:00

O alerta é do Departamento Estadual de Trânsito do Tocantins (Detran/TO), mas fique atento, porque a regra vale para todo país. Condutores que utilizam os veículos para demonstrar ou exibir manobras perigosas, como empinar motos, transitar em marcha à ré, fazer cavalo de pau, entre outras, nas vias públicas estão colocando em risco a própria segurança, além da dos demais usuários, e além disso, cometendo uma infração de trânsito de natureza gravíssima.

“Essas são situações que aumentam a possibilidade da perda de controle do veículo, podendo assim resultar em sinistros de trânsito”, alerta o órgão.

Conforme o art. 175 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o condutor que cometer este tipo de infração e pode receber sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), multa no valor de R$ 2.934,70, suspensão do direito de dirigir e remoção do veículo.

Custos financeiros

Realizar manobras perigosas pode ocasionar danos nos veículos, exigindo reparos de alto custo, ou a perda total dele, tendo que substituí-lo. 

Além disso, a prática pode causar danos à infraestrutura das ruas, avenidas e estradas. Como, por exemplo, marcas de derrapagem, buracos, desgaste prematuro do pavimento, bem como danos à sinalização, postes e construções próximas às vias. Tudo isso acarreta ao poder público gastos com a manutenção e reparos desses danos, representando custos substanciais. 

Suspensão do direito de dirigir 

O condutor flagrado será penalizado com a suspensão direta do direito de dirigir pelo prazo de dois a oito meses, de acordo com o CTB. E no caso daqueles com reincidência no período de 12 meses, a penalidade é de oito e 18 meses de suspensão da CNH. 

O Detran/TO informa a todos que, caso flagrem condutores utilizando veículos para a realização de manobras perigosas, podem anotar a placa do veículo e ligar no 190 para registrar a ocorrência e também para que os órgãos competentes possam tomar medidas cabíveis. 

As informações são do Governo do Tocantins

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *