Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

29 de November de 2023

Como as pessoas chamam a lombada em diferentes regiões do Brasil?   

A lombada visa reduzir a velocidade de veículos em ruas e rodovias. Além de "quebra-molas", você sabe os outros "nomes" da lombada?


Por Accio Comunicação Publicado 05/06/2023 às 15h00
 Tempo de leitura estimado: 00:00

Para alguns motoristas, a lombada pode ser um incômodo no trânsito, enquanto para outros ela é um item de segurança necessário.

O fato é que o quebra-molas (como é popularmente conhecido em diversas regiões do Brasil) tem uma função clara: reduzir a velocidade de veículos que circulam em ruas e rodovias. 

Porém, embora o termo “lombada” seja bastante comum, em algumas regiões do Brasil ela é chamada de ondulação transversal, tartaruga, redutor de velocidade, quebra-molas (como mencionado acima) e até de ladeira

Denominações da lombada pelo Brasil 

Primeiramente, começando pela região Sul do país, os termos mais utilizados são: lombada eletrônica, quebra-molas, lomba e ladeira. Por outro lado, nos estados do Nordeste do Brasil, as lombadas recebem o simpático apelido de “tartarugas”. 

Placa indicativa de lombada
Foto: Depositphotos

Já o termo “redutor de velocidade” é mais usado como termo técnico, sendo mais comum entre agentes de trânsito ou pela polícia rodoviária.  

Independentemente dos nomes, as lombadas possuem uma função vital para a segurança de todos que formam o trânsito.

Ou seja, em locais onde há a travessia de pedestres, risco de animais cruzando a pista ou onde a via pede maior cautela, você encontrará as simpáticas plaquinhas amarelas significando: “Atenção! Lombada a frente”. 

Riscos ao passar a lombada em alta velocidade 

Antes de tudo, passar em alta velocidade na lombada pode trazer grandes danos para o veículo. Além disso, essa atitude também pode colaborar para diminuir a durabilidade e a vida útil de diversos componentes da suspensão dos veículos. 

Os perigos de ultrapassar lombadas em alta velocidade
Foto: Depositphotos

Como consequência, essa passagem inadequada por quebra-molas pode trazer outros problemas mecânicos. Algumas das ocorrências mais comuns em oficinas é o aumento de ruídos ou vibrações indesejáveis no veículo, desbalanceamento, desalinhamento das rodas e problemas na suspensão

Em resumo, a lombada pode ser parecer um “vilão” às vezes, mas ao conduzir seu veículo corretamente e de forma responsável, o quebra-molas passa a ser apenas um aliado no trânsito. 

Achou esse conteúdo útil? Gostaria de saber mais curiosidades sobre o trânsito de sua cidade? Compartilhe com a gente nos comentários! 

Leia também no Portal do Trânsito:

Receba as mais lidas da semana por e-mail

2 comentários

  • Paulo Guimarães
    07/06/2023 às 23:18

    Olá pessoal, sou do Nordeste, sou Agente de Trânsito, conheço todo o Nordeste e outras regiões e em lugar nenhum do Nordeste LOMBADA é chamada de tartaruga, no Nordeste chama-se de LOMBADA, QUEBRA-MOLAS e REDUTOR DE VELOCIDADE e existe o REDUTOR DE VELOCIDADE ELETRÔNICO que sempre possui uma faixa elevada. “TARTARUGA” não existe este termo não.

  • Lupercio Aparecido
    10/06/2023 às 18:39

    Apesar das diferenças de como são conhecidas.
    Todas tem em comum, que a maioria são mal sinalizadas e sem pintura que a indentifique.

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *