Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

21 de junho de 2024

Freio a disco para bicicletas é a melhor opção? 

Saiba quais são as vantagens de dispor dessa freio a disco para bicicletas


Por Accio Comunicação Publicado 02/06/2024 às 11h30 Atualizado 05/06/2024 às 13h59
Ouvir: 00:00

Pode parecer estranho em um primeiro momento, mas bicicletas podem sim ter freio a disco, igual aos automóveis. Porém, antes de optar por uma bicicleta com esse tipo de freio, vale entender qual a diferença entre o freio a disco, o tradicional freio cantilever e o sistema ferradura

Confira a seguir as diferenças entre esses sistemas de faça um upgrade seguro nos freios de sua bicicleta. 

Detalhe na manopla de freio de uma speedbike
Cantilever, ferradura ou freio a disco para bicicleta, cada modelo possui vantagens e desvantagens. Foto: Envato.

Modelo Cantilever 

  • Se destaca por prevenir acúmulo de lama e detritos; 
  • Utiliza pastilhas de freio entre o eixo, pivô e ponto de ancoragem; 
  • É um sistema de frios mais utilizado em bicicletas mais antigas; 
  • Conhecido por apresentar falhas no cabo central, que distende dos cabos laterais. 

Modelo Ferradura 

  • Semelhante ao freio cantilever, porém com tração central; 
  • Possui peças similares a ferraduras, em formato de “u invertido”; 
  • Compacto, leve e robusto; 
  • Possui regulagem simples; 
  • Pode ser prejudicado por condições úmidas e chuvas. 

Freio a disco  

  • Não envolve os aros na frenagem; 
  • Possui rotores fixados nos cubos das rodas; 
  • Resiste ao acúmulo de lama e água;
  • Apresenta uma vida útil maior quando comparado ao freio ferradura e ao freio cantilever. 

Qual a importância do freio a disco para bicicletas? 

Detalhe em sistema de frio a disco
Detalhe em sistema de frio a disco. Foto Envato.

Você costuma enfrentar um pouquinho de lama ou até mesmo chuva em seus trajetos?  

Então, sem sombra de dúvidas, a segurança é a principal vantagem ao utilizar o freio a disco para bicicleta. Isso porque, quando bem calibrados e de qualidade, os freios a disco para bicicletas oferecem uma frenagem mais potente e precisa em diversas condições. 

Freio a disco mecânico x freio a disco hidráulico para bicicleta 

Enquanto o sistema de freio a disco mecânico utiliza um cabo para acionar o sistema de freio, o freio a disco hidráulico funciona da seguinte forma: 

  1. O ciclista aperta o manete; 
  1. Um óleo é empurrado pela mangueira; 
  1. Acionando os dois pistões do sistema; 
  1. Que empurram as pastilhas de freio contra o disco, criando atrito necessário para restringir a rotação das rodas. 

Além disso, existem modelos de freio a disco hidráulico com mais de 2 pistões, o que oferece ainda mais precisão as frenagens. 

3 principais erros de quem utiliza freio a disco em bicicleta

  1. Desempenar rotores sem as ferramentas adequadas; 
  1. Contaminar as pastilhas ou o rotor; 
  1. E não fazer o “burn-in” das pastilhas. 

Receba as mais lidas da semana por e-mail

1 comentário

  • Sérgio De Oliveira
    02/06/2024 às 18:17

    Ao autor dessa matéria os freios a discos hidráulicos já é comum em bikes a mais de 20 anos comprovadamente aprovado por ciclistas do mundo inteiro ok ..

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *