Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

15 de julho de 2024

Quais são as motos mais indicadas para quem acabou de tirar a CNH

Diversos são os motivos que fazem as pessoas optarem pelas motocicletas como o primeiro veículo logo após tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Veja as mais indicadas.


Por Pauline Machado Publicado 02/03/2023 às 08h15
Ouvir: 00:00
Diretor da Abraciclo
Paulo Takeuchi é diretor-executivo da Abraciclo. Foto: Arquivo Pessoal.

Diversos são os motivos que fazem as pessoas optarem pelas motocicletas como o primeiro veículo, logo após tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Algumas pela facilidade em se locomover em meio ao caos do trânsito e por ser um veículo mais em conta do que um carro, outras pelo amor à aventura de pilotar uma moto, enfim… Mas, você sabe quais são as motos mais indicadas para quem acabou de tirar a CNH?

Para nos esclarecer esta e outras dúvidas, conversamos com Paulo Takeuchi, diretor-executivo da Abraciclo – Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares.

Acompanhe!

Portal do Trânsito – De modo geral, qual é o perfil dos consumidores de motos?

Paulo Takeuchi – De acordo com informações das associadas da Abraciclo, o principal motivo para a compra de uma motocicleta é a locomoção (91%). Em segundo lugar, o lazer (66%), seguido pelo trabalho (15%). Entre os habilitados, os homens ainda são maioria, com 76,5% dos motociclistas; enquanto elas representam 23,5%.

Portal do Trânsito – Quantas motos foram fabricadas e vendidas em média no Brasil em 2022?

Paulo Takeuchi – No ano passado, houve a produção de 1.413.222 motocicletas no Brasil, volume 18,2% superior ao registrado em 2021 (1.195.149 unidades). Este foi o melhor resultado para o segmento desde 2014 (1.517.662 motocicletas). Já os emplacamentos totalizaram 1.361.941 unidades, alta de 17,7% na comparação com 2021 (1.156.776 unidades), sendo o melhor resultado em oito anos (1.429.692 motocicletas).

A street foi a categoria mais licenciada, com 686.807 unidades e 50,4% de participação no mercado. As fábricas priorizaram a produção desse modelo para atender à alta da demanda, influenciada principalmente pela grande utilização profissional. Outras categorias também registraram aumento expressivo nos licenciamentos, como a custom, motoneta, scooter e trail.

Portal do Trânsito – O que faz com que a moto seja tão apaixonante para seus adeptos?

Paulo Takeuchi – A motocicleta é um veículo ágil, econômico, versátil e com baixo custo de manutenção. Além da mobilidade que o produto oferece, muitos motociclistas falam sobre a sensação de liberdade ao pilotar.

A maioria dos motociclistas gosta de falar que a condução ao ar livre transmite esse prazer e acaba com qualquer estresse. Motocicleta também é sinônimo de estilo de vida, paixão, aventura, viagem, esportividade, amizade etc.

Portal do Trânsito – Que outros fatores fazem da moto um meio de transporte tão procurado?

Paulo Takeuchi – A procura pelas motocicletas cresceu muito durante a pandemia, com o aumento dos serviços de entrega e o maior uso nos deslocamentos urbanos para evitar a aglomeração do transporte público. Além disso, muitos consumidores têm buscado alternativas mais econômicas devido ao aumento do preço dos combustíveis. Há, ainda, o custo de manutenção.

Os gastos com um modelo de baixa cilindrada ou uma scooter são bem menores do que a despesa com qualquer outro meio de transporte.

Portal do Trânsito – Aos que pretendem adquirir sua primeira moto, quais os cuidados recomendados quanto ao comportamento e à segurança?

Paulo Takeuchi – A recomendação para todos os iniciantes é que tenham uma boa preparação, principalmente durante o período de treinamento na motoescola. Quando recomendo isso, vou além da simples prática para tirar uma habilitação. É preciso estar consciente de como pilotar corretamente e praticar uma pilotagem 100% defensiva e segura.

Portal do Trânsito – Dentre os principais modelos de motos: scooter, street, naked, trail, big trail, custom e touring, entre outros, quais se recomenda para quem acabou de tirar a CNH?

Paulo Takeuchi – Para os iniciantes, a recomendação é começar com motonetas e scooters ou com motocicletas de até média cilindrada.

Esses modelos têm porte melhor para os iniciantes e oferecem maior facilidade de condução.

Portal do Trânsito – E quais não são recomendadas para aqueles que estão começando a pilotar motos? Por quais motivos?

Paulo Takeuchi – As motocicletas de alta cilindrada são mais indicadas para aqueles que já têm mais experiência em pilotagem e mais conhecimento sobre duas rodas.

Portal do Trânsito – Para finalizar, por favor, que dicas pode deixar aos nossos leitores que irão comprar a primeira moto?

Paulo Takeuchi – É fundamental usar os equipamentos de segurança, como capacete, luvas, jaquetas, calçados assim como calças adequadas para se proteger contra eventuais quedas. Também é muito importante respeitar as leis de trânsito – isso vale para todos, iniciantes ou não.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *