Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

25 de junho de 2024

Pneus de bicicleta: escolha o tipo mais compatível à sua experiência de ciclismo 

Garanta a segurança e o conforto com a bicicleta ideal, seja de estrada, mountain bike, para pedaladas urbanas ou speed road


Por Accio Comunicação Publicado 01/06/2024 às 11h30 Atualizado 05/06/2024 às 13h56
Ouvir: 00:00
Mulher em bicicleta percorrendo a estrada.
A escolha do pneu para ciclistas também está atrelada ao quadro da bicicleta, responsável por proporcionar praticidade e versatilidade nos deslocamentos diários. Foto: Freepik.

Deseja ter um bom desempenho durante suas pedaladas diárias na cidade? Já parou para pensar que os pneus da bicicleta podem estar “jogando contra você”? Alguns tipos de pneu de bicicleta podem proporcionar maior aderência ao asfalto, garantindo mais controle e velocidade.  
 
Porém, se o seu propósito é realizar trilhas, a escolha ideal para ganhar estabilidade na bicicleta talvez seja um pneu com cravos mais altos. Este diferencial proporciona um melhor desempenho em terrenos irregulares e em condições de lama.  

Agora, se deseja pedalar em estradas, um modelo de pneu de bicicleta mais leve e resistente pode ser a melhor opção. Um exemplo disso é o tubeless, um modelo de pneu sem câmara que gera maior confiança ao ciclista, pois reduz as chances de furos. 

Confira abaixo os modelos de pneus de bicicleta que auxiliam a aceleração, a frenagem e no desempenho da pedalada.  

Pneus compatíveis com o seu propósito  

Diversos tipos de pneus enfileirados.
Dependendo do pneu da bicicleta, você pode ter benefícios na aceleração, na frenagem e no desempenho da pedalada. Foto: Envato.

O mercado de ciclismo oferece diferentes modelos de bicicletas. Cada um se adequa melhor a um propósito, como: mountain bike, trilhas urbanas, estradas, triatlo, dentre outras possibilidades.  

Se atentar aos tipos de bike também é primordial, pois cada componente também pode influenciar no rendimento geral do veículo. Guidão, pedais, aros, sistema de correntes, câmaras de ar e pneus, tudo pode colaborar para uma boa pedalada e para um trajeto seguro.  
 
Para uma decisão mais apropriada no momento de escolher os pneus da sua bicicleta, selecionamos as três categorias mais usuais.

Clincher

O clincher, também conhecido como “Pneu Rígido”, é o pneu de bicicleta mais comum em modalidades e atividades mais esportivas. Além disso, esse modelo exige câmara de ar para a sua funcionalidade em estradas e espaços urbanos. 

A principal vantagem destacada pelos adeptos do pneu clincher é a praticidade e a fácil manutenção. 

Com fibras altamente flexíveis, esse modelo oferece maior proteção contra a entrada de objetos perfurantes.  

Mesmo sendo simples encontrar as peças para os reparos desse pneu, seu peso (quando comparado aos outros dois modelos descritos a seguir) é considerado como uma das principais desvantagens.  

Em resumo: o clincher é um pneu que não se adequa a maioria dos terrenos, incluindo trechos mais irregulares.

Tubular 

Detalhe de pneu para desempenho em ciclismo profissional.
Um pneu adequado combinado com o sistema de freios, quadro, guidão e selim pode melhorar significativamente o desempenho geral da sua bike. Foto: Envato.

O atrativo deste modelo de pneu (considerado sinônimo de performance entre ciclistas profissionais) é a possibilidade de alcançar altas velocidades.  

Dentre as características que destacam o pneu tubular no mercado, estão: baixo peso, proporciona boa velocidade e uma adaptação natural a pressões extremas.  

O desempenho superior que esse modelo fornece aos ciclistas pode gerar manutenções mais demoradas.

Tubeless 

O pneu tubeless é reconhecido pela flexibilidade e pela agilidade nas estradas. Isso se explica pela sua composição baseada na borracha e no aço.

Na tradução, a palavra “tubeless” significa que esse modelo não possui câmara de ar. Por isso, oferece uma proteção mais efetiva contra perfurações até 3mm. De acordo com o site especializado MX Bikes, nesse modelo o pneu vai preso diretamente ao aro, é vedado e segura o ar sem a necessidade da câmara.

Ainda conforme o site, ele é muito utilizado pelos ciclistas que buscam alta performance e não querem perder tempo durante o pedal. Um dos motivos é o peso: quase meio quilo é economizado pela falta de câmaras de ar nos pneus. Além disso a libragem é menor, o que também ajuda para manter uma bike mais leve. A libragem menor também vai dar vantagem na tração em terrenos arenosos ou de barro, já que aumenta o contato do pneu com o solo.

Outro motivo que leva os ciclistas a optarem pelo pneu tubeless é a praticidade e o tempo economizado. Mesmo que o pneu fure no meio do caminho você não precisa parar para fazer um reparo ou trocá-lo – o selante para pneu não deixa que o ar escape e permite que você continue rodando sem problemas.

Após essas dicas, você já consegue decidir qual a melhor escolha de modelo de pneu para melhorar a sua experiência no ciclismo? Compartilha conosco suas impressões sobre cada um deles.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *