Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

19 de julho de 2024

Você sabe o que ingerir 0,05 mg/l de álcool causa no motorista?  

Segundo a Secretaria Nacional de Trânsito, motoristas com suspeita de ingestão de álcool provocaram mais de 325 mil acidentes em todo o país em 2022


Por Accio Comunicação Publicado 03/07/2023 às 13h30 Atualizado 04/07/2023 às 13h54
Ouvir: 00:00

Todo mundo deveria saber que ingerir álcool e dirigir não é algo inteligente e nem permitido de se fazer. Porém, sabia que ingerir apenas pequenas quantidades de álcool já prejudica sua habilidade de dirigir?

Beber um copo de cerveja, uma taça de vinho ou uma dose de cachaça já é o suficiente para o bafômetro detectar a presença de álcool no seu organismo. 

Isso porque uma lata de cerveja possui aproximadamente 10g de álcool. O ponto é que isso é suficiente para você ser multado por dirigir embriagado e, também, por colocar em risco a sua segurança e a dos demais.  

Do mesmo modo, 0,05 miligramas de álcool por litro de sangue é o bastante para fazer com o motorista tenha redução da capacidade de tomar decisões racionais ou de discernimento.

Zoom de motorista ingerindo álcool enquanto dirige
Foto: Freepik

De acordo com o médico anestesiologista, Pedro Mattos, “na dúvida, direção e álcool nunca!”. 

“Quando uma pessoa ingere uma dose de bebida alcoólica, rapidamente apresentará lentificação das respostas, reflexos e reações”, explica. 

Ou seja, mesmo não parecendo arriscado, não é possível consumir bebidas alcóolicas e dirigir

Qual o mg/l mínimo de álcool permitido no teste do bafômetro? 

Dirigir com qualquer quantidade de álcool no sangue é infração gravíssima de trânsito. No entanto, de acordo com o resultado do bafômetro desconta-se uma margem de tolerância, que será o erro máximo admissível, conforme legislação metrológica. Para não ter erro, vale reforçar que a melhor solução é evitar o consumo de álcool caso você precise dirigir. 

Após ingerir álcool, homem pega chave do veículo em bar
Foto: Envato

Isso dito, atenção aos valores medidos, através do bafômetro, e suas consequências:  

  • Com até 0,04 mg/l detectados no sangue = motorista é liberado.  
  • Detectando de 0,05 mg/l a 0,33mg/l = considera-se infração gravíssima
  • Acima de 0,33 mg/l= infração e crime de trânsito.

Beber e dirigir: o que diz a lei? 

Primeiramente, o motorista não pode beber nenhuma bebida alcoólica se for dirigir. Ponto!

Ingerir álcool e dirigir é sempre uma péssima ideia
Foto: Freepik

Além disso, o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) reforça, desde 2008, que a tolerância é zero para consumo de qualquer quantidade ou tipo de bebida alcoólica. Com isso, a Lei Seca pretende inibir as pessoas de beber e dirigir. 

Ou seja, o condutor que se submete ao teste do bafômetro e apresenta qualquer quantidade de álcool no organismo pode ser multado em R$ 2.934,70 e ter a carteira suspensa por um ano.  

Leia também: 

Uma dica extra do médico: se você exagerar no consumo alcoólico, o melhor é ingerir alimentos ricos em carboidratos e gorduras para recuperar a ressaca bem como o mal-estar

“Porém, esses alimentos podem melhorar o efeito do álcool, mas de maneira imprevisível e sem dar segurança para assumir o volante”, alerta Mattos. 

O que você achou desse conteúdo? Deixe a sua opinião nos comentários! 

Leia no Portal do Trânsito:

Receba as mais lidas da semana por e-mail

1 comentário

  • Élvio da Costa Barcelos
    03/07/2023 às 13:42

    Excelente!
    Sou profissional da área com atuação na formação de instrutores de trânsito entre 2002-2015;também ao longo dos anos duas passagens pelo SEST/SENAT, hoje motorista instrutor de um renomado grupo empresarial com uma história de mais de 70 anos no setor de transporte.
    Como leitor assíduo e crítico nas questões humanas que influenciam o trânsito, foco meu trabalho na mudança do comportamento, visando a segurança.
    Parabéns a todos os envolvidos no virtuoso e primoroso trabalho!

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *