Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

23 de julho de 2024

A união que faz a força: mãe e filha tiram CNH juntas

Tânia Regina e a filha Kézia Cilene, de 19 anos, entraram no processo de habilitação da categoria A e realizam, juntas, o sonho da CNH.


Por Assessoria de Imprensa Publicado 21/05/2023 às 13h30
Ouvir: 00:00
Mãe e filha tiram CNH juntas
A ideia partiu de Kézia que resolveu incentivar a mãe a realizarem o sonho juntas. Foto: Arquivo pessoal

A dona de casa Tânia Regina e a filha Kézia Cilene estão, juntas, enfrentando o desafio de tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), categoria A, para pilotar motocicleta. A ideia partiu de Kézia que resolveu incentivar a mãe a realizarem o sonho juntas. “Surgiu a oportunidade de nos inscrevermos na CNH Popular, conseguimos ser aprovadas e iniciar o processo na mesma autoescola. Isso foi muito bom pois conseguimos ter aulas juntas aos sábados, o que me deu bastante incentivo”, diz a jovem. 

Para Tânia, um desafio novo, mas que não teve medo de enfrentar, pois seria ao lado da filha. “Eu não sabia nem andar de bicicleta e de repente me vejo aprendendo a pilotar moto. Quando ela falou da ideia eu acabei aceitando, pois sou muito parceira da minha filha, temos uma relação de muita amizade e confiança. O que eu mais gosto é de ter momentos ao lado da Kézia e aprender uma coisa nova com ela, é muito gratificante para mim”, conta. 

A dona de casa diz que se espelha na filha que está sempre buscando conquistar novas habilidades e crescer na vida. “Na verdade, o sonho de tirar a CNH é dela, mas os sonhos dela também são os meus. A gente conversa muito e busco apoiá-la sempre no que é certo e no que é bom para o crescimento dela”, disse a mãe orgulhosa. Tânia já realizou o teste prático no Detran e passou. A filha deve realizar o teste ainda este mês de maio. “O maior presente de Dia das Mães que eu poderia receber é ver o sorriso de satisfação e orgulho da minha filha”, finaliza Tânia.

Eliardo Martins, presidente do Sindicato das Autoescolas do Estado do Ceará (Sindcfcs), celebra e incentiva que mães, pais e filhos que também queiram estar juntos no desafio de tirar a habilitação.

“Na ordem natural, muitas vezes, são os pais que incentivam os filhos, mas há alguns anos percebemos que essa ordem vem se invertendo e os filhos é que chegam nas autoescolas para matricular a mãe, por exemplo. Isso nos deixa muito orgulhosos porque aprender a dirigir ou pilotar não tem limite de idade. É para todos! E quando os filhos apoiam seus pais, o céu é o limite para eles”, conta Eliardo. 

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *