Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

19 de julho de 2024

Afinal, completar o tanque de combustível pode danificar o veículo? 

Na hora de abastecer o veículo é comum pedir para completar o tanque, mas afinal, isso pode danificar o veículo? Confira a resposta!


Por Accio Comunicação Publicado 27/10/2023 às 13h30
Ouvir: 00:00

Na hora do abastecimento do veículo, é comum que os condutores peçam para completar o tanque

Homem segura bomba de combustível no bocal de um carro
Foto: Envato.

Rodar com o veículo com o tanque de combustível no limite não é recomendado. Seja com ele cheio ou na reserva, essa prática pode prejudicar a “saúde do veículo”. Isso porque quando você enche o tanque até o bocal, pode danificar o cânister do veículo.

O cânister é um filtro com carvão ativado responsável por reter os gases provenientes da evaporação do combustível

Qual a melhor forma para economizar combustível? 

Com a alta nos preços de combustíveis, os motoristas têm buscado formas de economizar na hora de abastecer seus veículos. 

Uma das principais maneiras de economizar é trafegar na velocidade permitida. Isso porque o veículo costuma gastar 20% a mais de combustível durante trechos em alta velocidade. 

Outra recomendação é calibrar os pneus a cada 15 dias. Isso exige menos esforço do motor e, consequentemente, redução expressivo no gasto de combustível. 

Por fim, use o ar-condicionado somente quando necessário, já que o compressor conectado ao motor também gera um consumo considerável de combustível. 

Assista ao comentário completo de Celso Mariano sobre se devemos completar o tanque de combustível na capacidade máxima, no programa Tira-dúvidas do Portal do Trânsito. 

Manutenção preventiva

Fazer a manutenção preventiva é muito mais econômico porque geralmente, evita que os problemas se agravem. A melhor maneira de fazer a manutenção preventiva é seguir as recomendações dos fabricantes, dentro dos prazos e quilometragem que constam no manual do veículo.

Em veículos mais antigos ou que não possuam manual, é importante estabelecer um programa próprio de manutenção periódica, lembrando ainda que é possível localizar na internet manuais de praticamente qualquer veículo, em arquivo digital.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *