Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

19 de julho de 2024

Dois terços dos condutores gaúchos já usam a carteira de habilitação no celular

Em todo Brasil, já são mais de 35 milhões de CNH-e emitidas.  


Por Assessoria de Imprensa Publicado 19/03/2023 às 13h30
Ouvir: 00:00

O Rio Grande do Sul atingiu, na semana passada, a marca de três milhões de Carteiras Nacionais de Habilitação geradas no aplicativo Carteira Digital de Trânsito. Esse número representa 65% de um total de 4.578.513 condutores gaúchos com a carteira de habilitação válida, que já usam o documento no celular. O estado é o terceiro da federação com o maior número de documentos digitais. Fica atrás apenas de São Paulo, que já tem 10,2 milhões, e Minas Gerais, 3,6 milhões. Em todo Brasil, já são mais de 35 milhões de CNH-e emitidas.  

A CNH-e é uma versão eletrônica da carteira de motorista, que tem o mesmo valor jurídico do documento impresso, e seu uso é opcional. Uma de suas grandes vantagens é que é possível baixar o documento antes de chegar a CNH física, seja ao se habilitar assim como ao renovar a CNH. Para isso, o condutor deve informar, quando da realização do serviço de habilitação, o número de telefone celular e endereço de e-mail. A CNH digital traz, ainda, informações que não constam no documento de papel, como a validade do exame toxicológico, por exemplo, e os cursos especializados. 

Além de celulares, o documento digital pode ser gerado em tablets e outros dispositivos móveis, a partir do aplicativo gratuito Carteira Digital de Trânsito, disponibilizado pelo Serpro. Antes de baixar o app no Google Play Store ou na App Store, o condutor deve ter cadastro no Portal de Serviços da Senatran. 

Atenção! 

O DetranRS, no entanto, faz um alerta para aqueles que optarem por utilizar o documento digital. Embora a CNH-e seja acessível off-line, sem necessidade de conexão wi-fi ou dados móveis habilitados, é preciso estar atento para a bateria e o correto funcionamento do aparelho. Para efeitos de fiscalização, se não for possível ter acesso ao sistema para verificar se o condutor está habilitado e o equipamento estiver descarregado ou não estiver funcionando, será considerado, por exemplo, que o condutor não está portando o documento.  

Veja como fazer sua CNH Digital neste link

Carteira Digital de Trânsito 

Além da CNH digital, a Carteira Digital de Trânsito reúne também os documentos do(s) veículo(s) de propriedade do motorista. Além disso, possibilidade de adesão ao Sistema de Notificação Eletrônica e uma série de serviços como indicação de condutor infrator, início do processo de venda do veículo e adesão ao cadastro positivo de condutores. 

As informações são do DetranRS

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *