Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

18 de julho de 2024

Por que o marketing é importante para o sucesso de um CFC?

O que faz um aluno procurar determinado CFC e não outro qualquer? Muitas vezes é por causa do marketing.


Por Mariana Czerwonka Publicado 26/04/2023 às 13h30
Ouvir: 00:00
Marketing CFC
O marketing digital é uma excelente ferramenta para o sucesso do CFC. Foto: Depositphotos

Numa grande cidade, ou mesmo em pequenas, a concorrência entre os Centros de Formação de Condutores ocorre da mesma forma como em outras empresas e setores. Destacar-se entre os concorrentes é uma missão difícil para um CFC. Às vezes a localização, a infraestrutura e até mesmo o preço são elementos levados em consideração por quem quer tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). No entanto, existem ferramentas que possibilitam um CFC a se destacar mais do que outro e isso se deve ao marketing.

Para começar, é preciso deixar claro que os CFCs são empresas de educação que funcionam mediante credenciamento e autorização de um órgão público, no caso o Departamento Estadual de Trânsito (Detran),  que exerce fiscalização e faz uma série de exigências. Além de se preocupar e investir para atender tais imposições da legislação, ainda é preciso pensar em estratégias para atrair os alunos. Uma das melhores estratégias, ainda é o boca a boca que depende muito de um bom atendimento e um bom serviço prestado.

Fazer além do mínimo

No entanto, é possível fazer mais do que isso. É preciso comunicar, para um maior número de pessoas, o que a autoescola faz, a infraestrutura, os materiais didáticos, e também, o talento dos instrutores. Nesses casos, um bom plano de marketing pode operar pequenos milagres.

Como e o quê fazer

Um dos primeiros passos é associar a imagem do seu CFC a bons conteúdos sobre trânsito e mobilidade. Isso pode ajudar a construir a percepção de seu público, que sua autoescola é mais do que a maioria oferece. Lembrando que não vale só apostar na teoria, a prática deve corresponder à propaganda, ou seja, não adianta ter o lema “faça o que eu digo, não faça o que eu faço”.

“Um CFC, por definição, já é uma empresa de prestação de serviços. Mas dá perfeitamente para extrapolar aquele mínimo e oferecer à comunidade exemplos de ação cidadã e conteúdos que vão além daquele ‘mínimo contratado’. Quem acompanha os programas em vídeo que apresentamos aqui no Portal pode ‘pegar uma carona’ na pertinência e qualidade destas produções para fazer um marketing eficaz e útil para seus clientes, compartilhando-as em suas redes sociais ou WhatsApp da autoescola”, analisa e sugere o diretor do Portal Celso Alves Mariano.

Uma das dicas mais preciosas é que o CFC deve aparecer especificamente para o seu público-alvo e, para isso, o marketing digital é uma excelente ferramenta pois é de baixo custo, possui rapidez na divulgação e coleta de resultados. Além disso, possibilita mensuração assertiva e engajamento com o público-alvo.

“É necessário ser persistente no início, pois nem sempre os resultados são imediatos. Mas acredite, se caso as pessoas precisarem ir até um CFC e, quando isso acontecer, se lembrarem do seu negócio, ou mesmo por ouvirem tanto sobre ele forem até lá, você alcançou com êxito o objetivo do markerting digital”, explica Mariano.

Veja algumas dicas simples, valiosas e muito importantes de marketing digital para o CFC:

Inbound Marketing

Oferecer conteúdos relevantes e de interesse gratuitamente ajuda o público-alvo a ver o CFC como referência no assunto. E, dessa forma, é possível criar um relacionamento com a marca.

Redes sociais

O CFC deve ser ativo nas redes, em todas elas se possível, pois nunca se sabe em qual delas o público pode buscar a informação. Publicações atrativas criam empatia com o público. Além disso, enquetes, eventos, sorteios, fazem o público participar e se engajar com a marca. É preciso sempre ouvir os clientes e dar voz a eles.

Esteja atento as novidades

Estar atento ao que acontece no mundo virtual e fazer publicações acompanhando “o que está todo mundo comentando” ajuda a trazer um maior engajamento.

Tenha ferramentas atualizadas

Além de investir nas redes sociais, é preciso ter um site atualizado. Informações claras e objetivas ajudam o aluno a se aproximar da empresa.

Mantenha um relacionamento online com seus alunos e ex-alunos

Não precisa encher a caixa dos alunos e ex-alunos de e-mails, mas enviar e-mails esporádicos com conteúdo, dicas, informativos, mostra que a empresa não o esqueceu. Tudo bem, aluno de CFC deixa de ser cliente após o término do curso, mas se ele gostou do que viu enquanto estudava, vai indicar para outros e talvez não deixe de segui-lo.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

1 comentário

  • Antonio Wolff
    05/07/2023 às 15:34

    gostaria de receber mais infrmações

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *