Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

23 de julho de 2024

Fórum de Mobilidade debaterá modernização das redes de transporte


O evento reunirá autoridades para debater e propor ações para a ampliação e a modernização da rede de transporte de passageiros sobre trilhos do Brasil.


O evento reunirá autoridades para debater e propor ações para a ampliação e a modernização da rede de transporte de passageiros sobre trilhos do Brasil.

Atenção! Ainda dá tempo de concorrer ao livro “Cultura de Segurança no Trânsito – Casos brasileiros”. Inscreva-se aqui!


O livro de autoria de J. Pedro Correa, que não é encontrado para venda, aborda casos brasileiros de disseminação de cultura de segurança no trânsito.


O livro de autoria de J. Pedro Correa, que não é encontrado para venda, aborda casos brasileiros de disseminação de cultura de segurança no trânsito.

Doenças oculares dificultam renovação da CNH


De acordo com o oftalmologista, Leôncio Queiroz Neto, o uso de óculos desatualizados é um dos fatores que contribui com o crescimento do número de mortes no trânsito.


De acordo com o oftalmologista, Leôncio Queiroz Neto, o uso de óculos desatualizados é um dos fatores que contribui com o crescimento do número de mortes no trânsito.

Percepção de riscos é o tema do “Nós do Trânsito” dessa semana


Ela está na base de nossa sobrevivência. É super importante e ao mesmo tempo tão pouco considerada. A boa notícia que é possível despertá-la. Assista!


Ela está na base de nossa sobrevivência. É super importante e ao mesmo tempo tão pouco considerada. A boa notícia que é possível despertá-la. Assista!

Botucatu é destaque internacional na redução de acidentes de trânsito


Anuário europeu Together for Safer Roads ressaltou as estratégias utilizadas pelo Município para conseguir reduzir 65% das mortes em ruas e estradas.


Anuário europeu Together for Safer Roads ressaltou as estratégias utilizadas pelo Município para conseguir reduzir 65% das mortes em ruas e estradas.

Número de motos é maior que o de carros em 45% das cidades


Pesquisa aponta que, além da deficiência do transporte público, congestionamentos e complicações do trânsito incentivaram a população a investir em motos.


Pesquisa aponta que, além da deficiência do transporte público, congestionamentos e complicações do trânsito incentivaram a população a investir em motos.

Artigo: o que você ainda não sabe sobre dirigir e usar o celular, mas deveria


Enquanto acreditarmos que estamos sãos e salvos usando celulares ao volante, talvez as estatísticas continuem a aumentar. Artigo do Dr. Cristiano Nabuco.


Enquanto acreditarmos que estamos sãos e salvos usando celulares ao volante, talvez as estatísticas continuem a aumentar. Artigo do Dr. Cristiano Nabuco.

Pesquisa diz que 76% dos paulistanos aceitam restringir uso de carros


Levantamento anterior mostrou que mais da metade (56%) dos residentes na cidade disseram já ter tido algum problema de saúde relacionado à poluição.


Levantamento anterior mostrou que mais da metade (56%) dos residentes na cidade disseram já ter tido algum problema de saúde relacionado à poluição.

Uso de celular ao volante é considerado agravamento de risco. Entenda mais!


Além de ser infração, quando o carro possui seguro, a conduta de manusear o celular enquanto dirige é considerado um agravamento de risco pela seguradora.


Além de ser infração, quando o carro possui seguro, a conduta de manusear o celular enquanto dirige é considerado um agravamento de risco pela seguradora.

Estudo mostra que condições da infraestrutura são fortes indutoras à ocorrência de acidentes que são atribuídos a falta de atenção dos condutores


Boletins da PRF atribuem a falta de atenção do motorista como causa de 44,6% dos acidentes. O estudo da CNT destaca indicadores que relativizam essa posição.


Boletins da PRF atribuem a falta de atenção do motorista como causa de 44,6% dos acidentes. O estudo da CNT destaca indicadores que relativizam essa posição.