Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

15 de julho de 2024

Veja 5 bons motivos para você baixar a Carteira Digital de Trânsito

O principal objetivo da transformação digital é simplificar a vida dos brasileiros.


Por Mariana Czerwonka Publicado 25/09/2023 às 08h15
Ouvir: 00:00
Carteira Digital de Trânsito baixar
A Carteira Digital de Trânsito (CDT) ultrapassou a marca de 50 milhões de usuários cadastrados. Foto: Divulgação Detran/MS.

Na semana passada, a Carteira Digital de Trânsito (CDT), aplicativo que reúne os documentos de porte obrigatório no trânsito e diversos serviços de governo, ultrapassou a marca de 50 milhões de usuários cadastrados.

De acordo com o governo federal, o principal objetivo da transformação digital é simplificar a vida dos brasileiros, que, em sua maioria, acessam a internet por meio de um celular.

“Estamos trabalhando para ampliar o acesso e também os serviços presentes no aplicativo. Vamos incluir todo processo de transferência e tudo que puder facilitar e simplificar a vida do cidadão”, anunciou o Secretário Nacional de Trânsito, Adrualdo Catão.

Houve um longo percurso desde o surgimento da primeira CNH digital até a criação de uma carteira que oferecesse os mais diversos serviços para o segmento de trânsito. Alguns deles, como a “venda digital” e a “indicação do real infrator”, ainda estão sendo implementados pelos Detrans. Outros, como o Sistema de Notificação Eletrônica, que permite o pagamento antecipado de multas com até 40% de desconto, já são oferecidos por todos os órgãos autuadores federais e estaduais e, agora, estão sendo adotados em massa pelos municípios.

Veja 5 bons motivos para você baixar a Carteira Digital de Trânsito

1. CNH digital pelo celular

Primeiro serviço da CDT, a CNH digital é um documento que possui validade em todo o território brasileiro, podendo ser utilizada como identificação, por exemplo, em embarques aéreos e repartições públicas. O app permite a exportação desse documento com assinatura digital, o que equivale a uma cópia com autenticação em cartório. Lembrando que os documentos ficam disponíveis mesmo offline, ou seja, não é necessária ter disponível a conexão com a internet para apresentar o documento.

2. Versão eletrônica do documento do carro

A versão eletrônica do documento veicular, o CRLV, também está na CDT e pode ser compartilhada, por qualquer período de tempo, com até cinco outros usuários do aplicativo. Desde 2020, o CRLV se tornou 100% digital, mas, para aqueles que ainda preferem conduzir levando o documento em papel, é possível fazer a impressão. Garante-se a autenticidade por um QR-Code desenvolvido pelo Serpro.

3. Venda do veículo sem precisar ir ao cartório

Após baixar a Carteira Digital de Trânsito, o ambiente também permite, de forma segura, a emissão de autorização de transferência de veículo por meio eletrônico (ATPV-e). A comunicação acontece apenas o aplicativo, sem que haja a necessidade de comparecimento a cartório para reconhecimento de firma. Mas o comprador ainda precisa ir ao Detran para realizar a vistoria e finalizar a transferência. No momento, dez Estados estão oferecendo o serviço: Acre, Ceará, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Roraima, Mato Grosso e Sergipe.

4. Pagamento de multas com desconto de 40%

O Sistema de Notificação Eletrônica (SNE) permite aos órgãos autuadores de trânsito enviar notificações de infrações de trânsito, informativos, comunicados e documentos em formato digital. E os motoristas e proprietários de veículos que fazem a adesão ao sistema podem obter o desconto de até 40% no pagamento das multas de trânsito. O SNE já abrange todas as autuações ocorridas em vias federais, todos os Detrans do país e mais de mil órgãos autuadores municipais. Só se permite o abatimento do valor para os motoristas que reconhecem a infração e, portanto, não vão recorrer.

5. Aviso que a CNH está prestes a vencer

A CDT envia avisos de que está próximo o vencimento da CNH bem como do exame toxicológico (para condutores das categorias C, D e E), além de notificações de recall do veículo com orientações sobre como entrar em contato com o fabricante, as providências necessárias para a resolução e os riscos caso não se efetue o reparo.

Como baixar a Carteira Digital de Trânsito

Conforme informações da Secretaria Nacional de Trânsito (Senatran), para obter o app no celular é simples. Confira o passo a passo:

1) Procure “CDT” na loja de aplicativos de seu celular;

Para baixar via sistema Android:  clique aqui.

Para baixar via sistema iOS: clique aqui.

2) Preencha o cadastro com as suas informações do gov.br;

Após o cadastro, você receberá um link para no e-mail informado.

Caso prefira, também é possível realizar o cadastro no Portal de Serviços da Senatran.

  • Acesse o link enviado para o e-mail cadastrado para ativar sua conta;

4) Inclua sua CNH com o QR Code que está no verso do documento;

Para conseguir incluir seus documentos dentro da Carteira Digital de Trânsito, sua CNH precisa ter sido emitida a partir de maio/2017. A partir dessa data, todas as CNHs já tem a tecnologia de QR Code e permitem leitura assim como validação pelo aplicativo Vio.

5) Autentique o cadastro com a validação facial;

  • Inclua o documento do veículo;
  • Acesse o app e faça o login utilizando o CPF assim como a senha cadastrados e usufrua dos benefícios da sua Carteira Digital de Trânsito – CDT.

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *