Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Política de Privacidade.

18 de julho de 2024

Quando as rodas do veículo precisam ser balanceadas?

De maneira geral, o balanceamento de um veículo é um procedimento periódico que garante a segurança e o conforto durante a condução


Por Accio Comunicação Publicado 29/03/2024 às 13h30
Ouvir: 00:00

Quando as rodas de um veículo têm distribuição desigual de peso, é necessário balanceá-las. Essa manutenção é crucial porque, se o veículo continuar circulando nessas condições por muito tempo, causará vibrações no volante e desgaste irregular dos pneus, podendo prejudicar a estabilidade.

Portanto, é recomendável realizar o balanceamento regularmente. A maneira mais simples de determinar o momento ideal para essa manutenção é seguir as instruções do fabricante. Geralmente, fabricantes e especialistas automotivos sugerem o balanceamento a cada 10.000 km a 15.000 km, como parte da manutenção preventiva.

Mas afinal, como saber quando é o momento de balancear as rodas do veículo? Confira a seguir algumas condições mais comuns: 

dois mecânicos fazendo a manutenção do veículo
Mecânicos verificam as condições das rodas para fazer o balanceamento. Foto: Freepik

Quando devo fazer o balanceamento? 

  • Quando sentir o volante vibrando (especialmente em velocidades mais altas) pode ser um sinal de que as rodas não estão devidamente balanceadas.
  • Após a instalar pneus novos, o alinhamento do veículo se modifica. Desse modo, é necessário fazer o balanceamento para garantir a estabilidade.
  • Periodicamente, a cada 10mil km rodados é recomendado realizar o balanceamento.
  • Quando verificar que os pneus apresentam padrões de desgaste desiguais. Isso significa que certas partes do pneu estão sofrendo mais atrito do que outras, possivelmente devido a um mal balanceamento.
mecanico-de-automoveis-rebocando-um-carro-quebrado-em-um-caminhao-na-beira-da-estrada_369024-1560 (1)
Foto: Freepik

Como se realiza o balanceamento das rodas? 

Antes de trocar as rodas do seu veículo, elas são colocadas em uma máquina que consegue identificar onde o peso está distribuído de forma desigual. Com isso, se calcula a maneira correta para fazer balanceamento.

Após essa avaliação, adicionam-se pesos em pontos específicos da roda para equilibrar a distribuição do peso. O resultado é uma condução mais suave, além de uma melhoria importante na segurança geral do veículo. 

Deixar de balancear as rodas do veículo, quando necessário, pode gerar multa? 

Não realizar o balanceamento pode acarretar diversas consequências indesejadas, como já mencionado acima, porém não há previsão de infração específica por falta de balanceamento de rodas.    

De acordo com o artigo 230, inciso 18 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), conduzir um veículo em mau estado de conservação e que comprometa a segurança é uma infração grave, com multa de R$ 195,23 e mais cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Em relação a pneus e rodas, as características mais prováveis e que podem gerar interpretação de “mau estado de conservação” por parte do agente da autoridade de trânsito é o desgaste excessivo dos pneus (pneus carecas).

Ficou com alguma dúvida sobre quando as rodas do veículo precisam ser balanceadas? Compartilha aqui com a gente nos comentários! 

Veja também no Portal do Trânsito: 

Receba as mais lidas da semana por e-mail

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *