Notícias

Ensinando a aprender

Cuidados com ciclistas: dicas para abordar o assunto em sala de aula 

Cuidados com ciclistas: dicas para abordar o assunto em sala de aula
Foto: Depositphotos

O Portal do Trânsito traz algumas dicas para que o tema “cuidados com ciclistas” seja abordado em sala de aula pelos CFCs. 

Recentemente comemoramos o Dia Nacional do Ciclista. Além disso, o Conselho Nacional de Trânsito (Contran), através da Resolução 806/20, estabeleceu em seu cronograma de campanhas educativas de trânsito de 2021 que agosto fosse trabalhado, pelos órgãos do Sistema Nacional de Trânsito, o tema cuidados com ciclistas.

Nesse sentido, o Portal do Trânsito traz algumas dicas para que o tema seja abordado em sala de aula pelos Centros de Formação de Condutores (CFCs).

O curso teórico no processo de habilitação, muitas vezes, é o primeiro contato que o cidadão tem com a educação para o trânsito. Por esse motivo, os instrutores e as autoescolas desempenham um papel importante não apenas para que o aluno consiga a sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH), mas para que contribua com a segurança e a humanização do trânsito.

Abordagem do assunto no curso teórico

É importante, em primeiro lugar, lembrar que o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) foi recentemente modificado. E, dentre as mudanças, algumas regras de circulação e conduta que afetam o relacionamento entre ciclistas e condutores de veículos automotores tiveram alterações importantes.

Dessa forma, a primeira orientação é destacar as novas regras que estão em vigor. São elas:

  • O aumento da gravidade da infração para o condutor que deixar de reduzir a velocidade do veículo de forma compatível com a segurança do trânsito ao ultrapassar ciclista. A infração, que era grave, passou a ser gravíssima. A multa aumentou de R$ 195,23 para R$ 293,47.
  • Punição para quem parar o veículo em ciclovias e ciclofaixas. Antes, a multa existia apenas para quem transitava ou estacionava em ciclovias ou ciclofaixas.

Após citar os aspectos legais, é possível mostrar aos alunos a importância de respeitar a fragilidade do ciclista. Em alguns casos é mais eficiente, ao invés de apenas citar, explicar ao aluno o propósito da legislação. Nesse caso, reforçando que certas atitudes promovem a segurança e previnem acidentes envolvendo um dos elementos mais vulneráveis do trânsito brasileiro.

É possível lembrar, também, que o ciclista, atualmente, não recebe nenhuma formação, quer seja de legislação ou normas de conduta no trânsito, quer seja de comportamento preventivo. Por esse motivo, essa abordagem se torna mais importante ainda nesse processo.

Como promover a reflexão 

Uma dica é realizar dinâmicas para inserir o aluno nos diversos papéis que ele pode representar no trânsito. Colocar o candidato em situações como condutor e também como ciclista incentiva a empatia e a valorização de atitudes de respeito entre os usuários.

O instrutor deve lembrar, nesse momento, que também existem regras que os ciclistas devem seguir quando utilizam vias públicas. Por exemplo: utilizar os bordos da pista quando não houver ciclovia, ciclofaixa ou acostamento e transitar no mesmo sentido dos veículos. Além disso, em calçadas, passarelas e vias exclusivas para pedestres, é proibido andar de bicicleta – é possível apenas se o ciclista estiver desmontado.

Dinâmica do respeito e empatia 

Eliane Pietsak, pedagoga com especialização em educação para o trânsito, explica que a utilização de dinâmicas em sala de aula são importantes dentro do processo de aprendizagem.

A especialista apresenta uma sugestão de dinâmica, com o objetivo de promover o respeito e a empatia. Do mesmo modo, ela lembra que é possível utilizar em aulas remotas.

A dinâmica é a seguinte:

– Separar a turma em dois grupos: um deles escreve em uma folha o que observa de atitudes inadequadas de condutores de veículos em relação a ciclistas e o outro realiza a situação inversa.

– Depois o instrutor pede que cada um leia o que escreveu.

– Nessa hora o grupo discute sugestões de melhorias e o que cada um pode fazer para mudar o que está errado.

– O instrutor encerra a dinâmica valorizando comportamentos que promovam a segurança, o respeito e a empatia entre as partes envolvidas.

Exame teórico

Alguns estados possuem questões, no exame teórico para obtenção da CNH, referentes ao comportamento dos motoristas em relação aos ciclistas. Por exemplo, no Paraná, desde 2014, das 30 questões que compõem o exame, pelo menos uma é referente ao tema.

Em Pernambuco, também no ano de 2014, o Detran/PE incluiu questões ligadas ao ciclismo em seu banco. Além disso, no ano seguinte, inseriu testes de respeito ao ciclista na prova prática.

Eliane Pietsak lembra que atualmente muitos CFCs já desenvolvem um intenso trabalho de prevenção, segurança e valorização da vida. O objetivo, dessa forma, é reforçar os cuidados que condutores, pedestres e ciclistas precisam ter para evitar acidentes.

“Os CFCs desenvolvem um papel importante no sentido de formar, com qualidade e responsabilidade, um condutor mais responsável, que conheça e respeite as leis e que olhe os outros usuários com mais compreensão e dignidade”, conclui Pietsak.

 

Artigos Recomendados Para Você

1 Comentário

  1. Detran/DF divulga mudanças na prova prática para tirar a CNH - Portal do Trânsito

    […] relacionadas ao respeito ao ciclista, com o objetivo de incentivar o debate e a abordagem nos Centros de Formação de Condutores (CFCs) acerca do tema”, informou o […]

Deixe um comentário

Campos obrigatórios *

Nós usamos cookies para melhorar a sua experiência em nossos sites, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Ao acessar o Portal do Trânsito, você concorda com o uso dessa tecnologia. Saiba mais em nossa Politica de Privacidade.

Trocar a senha

Identifique-se para receber um e-mail com as instruções de nova senha.

[wp_user active='forgot']